Vida & Bem-estar

Vida de cabeça para baixo? Leia aqui.

Se você ainda não sentiu que todo seu chão foi tirado, e que a partir daquele instante, você recomeçaria do zero, tenho duas coisas para te dizer: você é uma pessoa de sorte, e isso algum dia ainda vai acontecer. Não sei em que aspecto, em que idade, mas vai.

Atualmente estou na minha segunda “virada de cabeça para baixo”. Não sou muito de falar da vida pessoal, meu foco é sempre tentar levar informação e coisas boas para pessoas. Mas nesse processo, precisei me ausentar um pouco das redes sociais e ser sincera comigo mesma, sobretudo: não adiantaria fingir que tudo estava bem, quando não estava nenhum pouco. Por isso não apareci tanto nos stories do instagram principalmente, para não ser ali uma sessão descarrego da vida, um espaço que sempre foi divertido, se tornar ala das reclamações.

Por muito tempo achei que era errado me sentir triste ou com raiva e tentava suprimir isso a todo custo me ocupando com trabalho. Tanto, que mesmo em meio a tamanha crise, continuei com posts semanais no site e vídeos todo sábado no canal. De certa forma, o trabalho alivia minhas angústias de alma, e quando estou cercada das maquiagens e da câmera, sinto que só somos eu e você nesse mundo, amigos papeando sobre beleza e bem-estar. Mas empurrar tanta coisa para dentro do peito sem digerir foi me fazendo cheia. Cheia de ansiedade, de dores de cabeça, dor no estômago, perca de apetite, entre muitas outras coisas. Sem estar totalmente ciente, tudo aquilo estava me definhando.

Foi quando decidi sentir. Deixei a raiva vir, senti a face aquecer. Deixei a tristeza vir, e chorei por horas, até o rosto ficar inchado. Deixei a solidão vir, e senti sua aspereza no estado mais crítico. Dormi cansada depois de tanto sentir. Acordei e tudo ainda estava de cabeça virada para baixo, problemas ali, do jeitinho que estavam na noite anterior. Por vezes me considerei frágil, fracassada, e me perguntava se um dia eu vou sair de tudo isso. Olho para Artemis, minha gatinha, e vejo que talvez eu não esteja tão solitária assim, talvez eu tenha um lindo motivo para continuar tentando. Ainda que esteja doendo.

E assim tenho tentado. Sem saber por onde começar a me reerguer, mas tentando por algum viés. Sem ter noção se os boletos de amanhã estarão pagos, se vou conseguir encontrar um lugar para chamar de lar, se vou me tornar aquela mulher forte e independente que almejo há tanto tempo, vivendo sua vida com sua melhor amiga de 4 patas. Ainda é tudo tão intenso, tão amedrontador… Pode parecer bobagem, mas quando você está passando por essa fase, é um constante esforço ficar bem, se manter na luta.

Escrevo isso não para dizer que estou dando conta de tudo, encerrar com alguma frase motivacional incrível, e fingir que sou a pessoa mais bem resolvida dessa internet. Mas escrevo para você, que assim como eu, está tendo que recomeçar do zero literalmente, que perdeu seus alicerces e vai ter que se virar nos 30 para tocar a vida. Escrevo para que eu mesma, rainha do pessimismo, entenda que ainda que seja cedo demais acreditar, tudo vai dar certo. Com esforço e determinação chegarei lá, talvez num ritmo lento, que me deixe mais nervosa pela situação, mas chegarei. Sempre fui pessoa de mudar para ser feliz: seja de emprego ou carreira, de casa, de convívio. Mudar machuca, mas me fez crescer muito e por isso jogo aqui nesse post e para o universo: o sucesso é consequência de quem persevera mesmo na intensa dor. A gente há de superar esse obstáculo e lá na frente tudo vai ter valido a pena. Lá na frente olharemos essa trajetória cheia de espinhos e vamos nos orgulhar: de quem nos tornamos, do que conquistamos.

Convido você, que também está passando por esse turbilhão de ter a vida virada do avesso: vem comigo, não vai ser fácil, mas juntos podemos mais.

Precisando conversar, interagir sobre a vida e seus mistérios, apareça no instagram, mande um email no contato@stefanybiancamakeup.com. Posso demorar um pouco para responder, mas acho importante cuidarmos uns dos outros, beleza vai muito além da aparência, e estou aqui para levantar essa bandeira sempre que eu puder.

Vamos nos cuidar juntos, por dentro e por fora, combinado?

Até a próxima!

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.