Maquiagem

Resenha base Chill – Catharine Hill

No vídeo em que levei vocês em um “tour” de comprinhas pelo bairro da Liberdade, em SP (assista aqui), mencionei que adquiri essa base nova da Catharine hill. Meu item favorito para testar é base, afinal, é o que mais usamos, vai no rosto todo. E mesmo estando com uma make simples nos olhos e na boca, a pele tem que estar caprichada pois do contrário o look inteiro fica comprometido. Quando me refiro a pele caprichada, quero dizer uma pele viçosa, com bom acabamento, que aparente saudável.

Pensando nisso optei por trazer a base Chill, de alta cobertura da Catharine hill, que é uma marca brasileira de maquiagem profissional. Isso explica o preço de R$69,90 mas não justifica, já que o intuito dela é atingir o público em geral e não apenas maquiadores.

Com 30 ml e uma embalagem prática de pump, ela conta com apenas 6 cores (o que é muito pouco para a pele brasileira, que é tão diversificada) e pasmem: a embalagem só tem isso escrito, a marca, o nome da base e quantos ml. Como não vem em caixa, só com lacre, fiquei confusa. Não tem nenhuma promessa, lista com ingredientes, modo de usar, nada. Parece que engarrafaram o líquido e carimbaram a logo só pra saber de onde é. Nem a cor é fácil de identificar, é apenas uma sequência confusa de números. O que eu achei bem ruim, pois bases da 25 de março que custam um terço do valor tem muita informação a respeito do produto. Com tão poucos dados, pedi à vendedora da loja, que também foi modelo da marca, que mandasse no whatsapp o portifólio que eles apresentam os produtos aos lojistas, para tentar saber um pouco mais sobre essa base.

Nele veio escrito que a base é de alta cobertura, que auxilia na produção de uma pele aveludada, possui acabamento matte e HD, oil free, com vitamina E e resistente à água.

Comecei o teste usando ela como faço com qualquer outra base: pele limpa, hidratada, testei com e sem primer, usando meu pincel favorito para aplicar: o kabuki. E não deu certo! A base parece não aderir bem à pele, fica toda riscada pelas cerdas, e sinceramente, de cobertura alta, nada. Eu diria bem leve por sinal. Manchinhas claras não foram cobertas, quem dirá minhas olheiras escuras. Ela de fato é matte (sequinha) mas possui um viço, o que particularmente gosto. Só a aplicação que é complicada e necessitei de uma esponjinha úmida para amenizar. A duração também foi baixa. Tenho pele oleosa mas junho em São Paulo é frio, e mesmo assim ela foi abrindo em alguns pontos como nariz e queixo, ao longo de poucas horas. O tom ficou um pouco claro, mas consertei bem com contorno e isso não foi um problema. Não tive como testar a resistência dela à água, mas se mesmo sem molhar ela durou pouco, imagino que com uma garoa o resultado não fosse muito diferente.

Por ela não ter aderido bem à minha pele, (testei com e sem pó) tive a impressão desconfortável de que eu fosse carimbar qualquer objeto ou pessoa que eu encostasse. É claro que toda make transfere, afinal, não são à prova de atrito. Mas eu achei a transferência dessa base um pouco além da conta, sendo ela tão fluída e leve, não imaginei que seria assim.

Em resumo, eu não gostei.Vou testar ainda mais vezes (usei durante uma semana seguida), misturando com outras simplesmente para valer meu dinheiro pois, se no inverno em pele oleosa ela já foi trabalhosa, imagina no calor! Pelo valor e pelas promessas do portifólio esperava bem mais, ainda mais vindo de uma marca tão boa quanto a Catharine hill. Tive paint sticks, batons e paleta de sombras, tudo sempre apresentou uma qualidade ótima, justa ao preço. Acho que essa base foi um “escorregão”… Com metade do valor que paguei nela você compra a Ultra cobertura da Dailus (se curtir alta cobertura) ou a matte da Vult (se curtir média cobertura), que são superiores à essa em todos os aspectos.

Infelizmente, comigo não deu certo. Alguém já testou essa base? Afinal, produtos de pele são assim mesmo, dão certo para uns, e errado para outros. Faz parte 🙁

Até a próxima!

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.